Citei você...
Um tinha olhos castanho claro, sorriso encantador e um jeito capaz de me fazer perder o chão e me desligar do mundo, o outro um pouco mais no passado tinha um olhar severo mas seu sorriso bobo derretia sua seriedade, desajeitado e distraído ao ponto de me magoar, na verdade sempre achei que o amor partia só de mim. Está a fim de ler um pouco sobre as fases do amor na minha vida?...
Home Ditando Arquivo Theme



7/07/2013 - 7:08
É possível amar muito alguém, ele pensou. Mas o tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela.
— O teorema Katherine


4/05/2013 - 23:51
GPS

Quando você pensar que me perdeu, me procura, me encontra no brilho daquela estrela que você batizou com o meu nome, eu posso estar pela rua, mas não desiste de me encontrar. Não deixe que outro alguém me encontre antes. Você sabe que é o único que pode me fazer feliz.

E se você achar que não vai conseguir, me telefona que eu digo onde me encontrar. E se não tiver mais forças, me avisa que eu irei de encontro a você, mas por favor, não deixa isso morrer no meio da multidão.


1/05/2013 - 10:12

30/04/2013 - 17:38
Um sonho de verão: Carta ao futuro passado presente

mundodelados:

Querido,

O tempo em que eu podia te chamar de “meu” já passou e eu deixei tanta coisa passar junto. Devia ter dito que te amava mais vezes, te abraçado toda vez que sentisse seu corpo a centímetros de distância do meu, ter ligado mais vezes e mandado mensagens de madrugada, mas você me…


30/04/2013 - 17:36
Cuida dele

Guria, diz pra ele que eu ainda penso nele todas as noites antes de dormir, e enquanto durmo também. Diz pra ele que eu ainda cuido dele, mesmo de longe. Guria, sempre que você perguntar se está tudo bem e ele responder que sim, olha bem nos olhos dele , ele tem essa mania de esconder os detalhes se ninguém o desafiar.  Diz também que eu sei que eles não são castanhos, eles são doces como mel, e fica claro ao tocar os lábios nos dele.

Cuida bem dele menina, o abrace sempre que sentir que ele está longe demais. Ele gosta de abraços apertados e demorados, ele gosta de ser mimado e sentir que sempre tem alguém ao lado dele pra contar uma piada sem graça ou apenas para amar. Fala pra ele que eu ainda tenho medo quando ele fala sobre carros em alta velocidade. Pede pra ele tomar cuidado com essas estradas da vida, pra ele não se perder. Fala pra ele que o meu bom dia ainda é dele, que o meu sonho mais doce é ele.

Fala também que eu ainda sonho com as nossas viagens ao Canadá e que ainda vou ter um pastor alemão e um quintal enorme pra correr quando as folhas começarem a cair no Outono, e que se ele quiser,vou deixar espaço nas gavetas e um acento ao meu lado no avião. Diz pra ele que eu ainda guardo os aviõezinhos de papel que ele fez enquanto estava sem nada pra fazer do outro lado do balcão da loja, e que ainda me lembro do primeiro desenho que ele fez pra mim. Diz também que eu reconheço que ele é mais feliz ao seu lado do que foi ao meu. Diz que não me conformo com isso, mas isso também não me machuca tanto sabendo que ele tem quem o ame e cuide.

Cuida bem dele e diz pra ele que um dia podemos ser felizes juntos se ele quiser. Mas se ele quiser ficar por ai, faz dele o seu grande amor. Não o deixe sozinho nas noites frias, e diz que as minhas noites só são reconfortantes pois ainda penso no calor do corpo dele. Dá um beijo de boa noite na testa dele por mim. Depois não precisa dizer nada, deixa que as lembranças se encarregam do resto. 


7/10/2012 - 21:26
Queria poder dormir com a mente vazia e acordar com o coração cheio e um sorriso no rosto, não ter medo de sair pelas ruas e ser criticada pelo que sou ou simplesmente porque as pessoas não vão com a minha cara. Talvez eu apenas esteja cansada de sempre fazer as mesmas coisas, ver os mesmos rostos, andar pelas mesmas ruas e a única mudança evidente que vejo é o tempo, cada vez mais velho, cada dia mais escuro. O sol não me anima mais nos dias em que tenho que levantar cedo, os vaga-lumes já não marcam tanta presença quanto na minha infância, apesar de eu ainda olhar pela janela todo fim de tarde procurando alguma luz. Os sons das cigarras já não me perturbam a noite, o silêncio que me perturba, incomoda, fere. E os domingos… bom, não são mais tão vazios, não como a vida que ando levando, até porque não lembro de ter tido alguma escolha.                Rafaela Moura

Queria poder dormir com a mente vazia e acordar com o coração cheio e um sorriso no rosto, não ter medo de sair pelas ruas e ser criticada pelo que sou ou simplesmente porque as pessoas não vão com a minha cara. Talvez eu apenas esteja cansada de sempre fazer as mesmas coisas, ver os mesmos rostos, andar pelas mesmas ruas e a única mudança evidente que vejo é o tempo, cada vez mais velho, cada dia mais escuro. O sol não me anima mais nos dias em que tenho que levantar cedo, os vaga-lumes já não marcam tanta presença quanto na minha infância, apesar de eu ainda olhar pela janela todo fim de tarde procurando alguma luz. Os sons das cigarras já não me perturbam a noite, o silêncio que me perturba, incomoda, fere. E os domingos… bom, não são mais tão vazios, não como a vida que ando levando, até porque não lembro de ter tido alguma escolha.                Rafaela Moura


26/09/2012 - 14:47

26/09/2012 - 14:38

26/09/2012 - 14:38


23/09/2012 - 0:28
A gente briga, faz pirraça, se desentende e depois perdoa. Mas tem horas que você não aguenta e desaba, chora, se esperneia de portas trancadas pra ninguém ouvir.


1 2 3 4 5 »
Layout por:
silenciar